Uma forma muito boa de trabalhar com a internet, porque você tem que investir certa quantia, sim, mas desde que você tenha um retorno, está tudo ótimo!

Se você coloca R$100 para investir em um anúncio e tem um retorno de R$200, você coloca R$100 no bolso. Em breve, você vai colocar R$1000 de anúncio e ter um retorno de R$2000, então o lucro é muito bom. O retorno de anúncios é muito rápido, podendo ser até no mesmo dia. Isso se chama arbitragem, ou afiliado árbitro ou afiliado investidor. Ao contrário das formas orgânicas, esse retorno financeiro é mais rápido com anúncios.

 

Facebook Ads

 

Claro que você já ouviu falar, é uma ferramenta bem conhecida, mas eu posso dizer para você que sim, ela é o poder! É o que realmente funciona hoje. Muita gente me pergunta qual seria o segredo dos afiliados que vendem muito: é o Facebook Ads, não tem segredo. Basta saber usá-lo. Ele pode ser um pouco chato de trabalhar, eu tenho dificuldades de usá-lo no nicho de marketing digital, porque o Facebook não gosta desse tipo de anúncio, mas mesmo assim ele é muito bom! Ele tem um clique muito barato, um retorno muito bom.

Como exemplo, vou usar um modelo de anúncio que eu fiz para um produto de ganho de massa muscular que é bem simples. O que eu fiz: coloquei uma foto do resultado futuro que a pessoa vai ter, que chama bem a atenção. Um pequeno texto em cima e um pequeno texto embaixo também.

Dicas

Dica 1 – Para público homem, foto de mulher: apensar de não ser uma regra, ao criar uma fan page para divulgação, você deve inserir uma foto “de perfil”, que pode ser de logotipo ou de pessoa. Recomendo que você use a foto de uma pessoa! Criei um nome fictício e pus a foto de uma mulher: quando o público alvo é homem, ele é mais atraído por fotos de mulher. Uma outra sugestão é usar a foto de um avatar, ou seja, a representação da pessoa que você que atingir, também funciona! Eu poderia ter usado a foto de uma pessoa musculosa, por exemplo.

Dica 2 – Texto estilo “conversa”: melhor tipo de anúncio, porque não evidencia o estilo venda. Por exemplo: “Olha, #Pedro, você que curte musculação e não consegue ter resultado, kkkkkk, meu namorado Antônio, começou a seguir as dicas…”. Ou seja, um texto como se eu realmente estivesse conversando com alguém. A frase “Clique aqui para comprar esse produto” não funciona!

Dica 3 – Imagem natural, desejo realizado: fotos normais, do dia a dia, não uma imagem comprada, de bancos de imagem, muito profissional, porque as pessoas já veem que aquilo é um anúncio. Quanto mais natural, foto tirada de um celular, melhor. E também fotos de como a pessoa deseja estar no futuro, ou seja, se eu estou falando de musculação, coloco a imagem de uma pessoa musculosa.

Dica 4 – Incluir o nome da Copy: nomes de pessoas, como se eu tivesse me direcionando a alguém, ajudam!

Dica 5 – Interagir na postagem: quando alguém comentar na postagem ou perguntar algo, você responde, pergunta alguma outra coisa. Interaja, o Facebook gosta disso, de pessoas que interagem nas postagens.

Quando o usuário clica na postagem, é direcionado para a compra. Se ele comprar, você ganha a comissão!

 

Google Adwords

 

Vende muito bem, também. Pode ser problemático para anúncios de marketing digital, onde normalmente esses anúncios são bloqueados, mas mesmo assim dá para vender! Tenho afiliados que conseguem royalties de 100% com ele, ou seja, quando você ganha o dobro daquilo que investe. Os primeiros resultados que aparecem em uma busca e tem a palavrinha “anúncio” ao lado, são os anúncios pagos. Se alguém clica em um desses links, é direcionado para a página de vendas e, a cada compra, é comissionado.

Dicas

Dica 1 – palavras-chaves direcionadas: ou seja, o nome do produto (quando possível). Existem produtos que não permitem o uso do próprio nome. Por exemplo “Importadora Agora”, você poderia usar “Importadora Agora” como palavra-chave, para quando alguém pesquisar esse nome, você ter uma taxa de compra muito grande, porque as pessoas já estão procurando pelo produto. Sempre cheque se o produto escolhido permite que seu nome seja usado como palavra-chave.

Dica 2 – usar palavras-chave “de cauda longa”: se não for possível usar o nome do produto ou se você quiser aumentar o número de anúncios, você pode colocar, por exemplo: “como importar roupas dos Estados Unidos?”, daí a pessoa que quer aprender a importar roupas clica no anúncio e compra o produto. Ou então, se você esta divulgando um produto de brigadeiros gourmet, você poderia usar “como aprender a fazer brigadeiros para vender”. É provável que você tenha poucos cliques, mas que sejam bem convertidos.

Dica 3 – na descrição do anúncio (logo abaixo da url), segmentar público, prova social, benefícios, urgência: por exemplo: “é o curso para o importador profissional”, ou seja, é um curso, quem não quiser um curso, nem clica! Ou, “teste de garantia de 30 dias”, mostra um benefício, mostra que o produto tem garantias. Ou, “mais de 1538 alunos”, que é uma prova social, se tem tantos alunos, quer dizer que é bom.

Dica 4 – teste é fundamental: você deve fazer 4, 5, 6, 10 blocos de anúncio de teste para saber qual funciona melhor.

 

Bing Ads

 

Eu ainda não anuncio no Bing Ads, porém, como tenho diversos afiliados, sei que eles o utilizam e têm um bom retorno.

O Bing é uma ferramenta de busca como o Google, quando alguém pesquisar um termo, os anúncios aparecem da mesma forma. O fluxo de busca é bem menor do que o do Google, mas o Bing é mais aberto e menos chato que o Google quanto aos anúncios de ganhar dinheiro, de emagrecimento, esse tipo de coisa, você consegue vincular mais fácil.

As dicas para anunciar no Bing Ads são as mesmas do Google Adwords. Como tem menos tráfego e menos concorrência no Bing você pode usar até mesmo palavras de cauda curta, como “como emagrecer”, “como queimar calorias”, etc. Você pode ousar um pouco mais, fazer promessas, coisas que o Google já não permite e não gosta.

 

Youtube Ads

 

A partir do dia 02/04/2017 o Youtube não vai mais aceitar anotações nos vídeos, ou seja, aquela tela que aparece no final do vídeo onde o usuário pode clicar em cima do vídeo e ser redirecionado para a página de vendas do produto, o que vai prejudicar as vendas. (OBS: as que já têm esse recurso, irão continuar funcionando).

No entanto, ainda é possível fazer isso de outras formas: você pode usar o CTA (um quadradinho que fica no canto do vídeo) e o usuário pode clicar e ser redirecionado para a página de vendas; você pode usar o “cards” (no canto superior do vídeo) onde o usuário também clica e é redirecionado. A anotação é a mais eficaz, no entanto, não estará mais disponível.

Dicas

Dica 1 – Primeiro por palavras chaves “direcionadas”: ou seja, o nome do produto, o mesmo que foi dito para o Google Adwords, também porque o Youtube é do Google, apesar de ser uma plataforma diferente.

Dica 2 – “Depois pela palavra chave de cauda longa”: como “como passar em concurso público da Caixa”.

Dica 3 – Vídeos de conteúdo funcionam melhor: se você fizer um vídeo só com anúncio, as pessoas não irão compartilhar, não irão curtir, não irão comentar, o que não é legal. É interessante você oferecer um conteúdo, nem que sejam 3 ou 4 minutos, e no final oferecer o clique para conhecer o produto.

Dica 4 – Mande para seu canal: quando a pessoa clicar no seu vídeo, ela deve ser direcionada para seu canal, com seus outros vídeos. Quando ela é direcionada apenas para seu vídeo, aparecem outros vídeos relacionados que não são seus.

Dica 5 – Tenha um canal de conteúdo, teste o vídeo, impulsione…: com vários vídeos de vários conteúdos, você pode analisar qual é mais curtido, comentado, e anunciar aquele mais popular.

O Youtube Ads não é tão bom assim, não é o melhor dos resultados, mas funciona.

 

 Redes de recomendação

 

Não é indicada para o afiliado iniciante, pois exige um pouquinho mais de experiência.

São redes (como Taboola, Outbrain) onde você investe o dinheiro e eles começam a te recomendar em sites de grande tráfego, como o MSN, ou o OFuxico, Climatempo, ou similares. Ou seja, embaixo de uma noticia no MSN, por exemplo, na parte de “notícias relacionadas”, algumas daquelas notícias são anúncios, e a pessoa quando clica é redirecionada para a página de vendas.

Porque não é para iniciantes? O investimento inicial em um site como o Outbrain, por exemplo, é de R$3200, que são convertidos em anúncios. Em outros similares, o investimento inicial é de R$5000.

Porque mencioná-los? Porque, para marketing digital, por exemplo, o Facebook Ads e o Google Ads são chatos e bloqueiam muitos anúncios, então essas redes são boas alternativas.

Essas foram as 5 dias para começar como afiliado com anúncios, que exigem um certo investimento, mas são formas rápidas de ter retorno.

 

Write a Comment